fbpx
fatores que contribuem para autonomia do idoso

Entenda quais são os fatores que contribuem para a autonomia do idoso!

A terceira idade é uma faixa etária que apresenta muitos desafios para o idoso e para as pessoas ao seu redor. Afinal, ali está uma pessoa que construiu sua própria vida de forma independente, mas agora precisa de cuidados especiais devido à fragilidade do corpo. Então, precisamos de muita cautela para não tutelar demais, pois ele precisa, ao máximo, ter seu próprio espaço e se sentir integrado. Por essa razão, é preciso dar importância para a autonomia do idoso.

No entanto, nem sempre isso é totalmente possível, porque eles podem ter dificuldades de locomoção, restrição de movimentos, maior risco de quedas, maior susceptibilidade a doenças etc. Para melhorar esse cenário, várias técnicas e equipamentos tem sido criados para evitar esses problemas. Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe! 

O que significa a autonomia do idoso para ele e para seus familiares? 

Para a terceira idade, a autonomia representa muita coisa, pois após anos de produtividade, não é fácil enfrentar algumas limitações físicas. É uma fase que gera uma pressão emocional muito grande e, assim, devemos buscar sempre soluções que possam devolver grande parte da funcionalidade deles, mas sem sacrificar a segurança. Desse modo, evita-se que eles sintam emoções negativas, como tristeza, sensação de inutilidade e angústia. Então vamos falar sobre os benefícios da autonomia!

Qualidade de vida

Estar satisfeito é o principal fator de qualidade de vida e isso envolve uma série de pontos, como socialização, liberdade e felicidade, para isso, a pessoa tem de se sentir capaz de executar as atividades que gosta, como sair com a família e os amigos, podendo se locomover para os locais que gosta etc.

Saúde

A autonomia tem um impacto significativo sobre a saúde física e mental, aquelas pessoas que se movimentam constantemente têm uma menor chance de doenças cardiovasculares, um melhor condicionamento físico e um menor risco de faturas graves. Além disso, poder tomar as próprias decisões e realizar os próprios desejos também faz bem para a mente. 

Como o uso de equipamentos pode contribuir para a independência do idoso? 

Muitos equipamentos foram criados nos últimos anos para dar mais mobilidade e liberdade para as pessoas com algum tipo de limitação de movimento. Desse modo, é possível substituir algumas funcionalidades perdidas pelo corpo. Veja alguns deles a seguir. 

Andador 

Os andadores são equipamentos de apoio à caminhada do idoso. Assim, é possível compensar a perda de força dos membros inferiores com os braços para manter o corpo erguido. Contudo, para isso, ele deverá ter uma boa estrutura muscular no tronco para evitar acidentes, pois a falta de um bom tônus muscular pode gerar quedas, afinal, ele estará em pé no equipamento. Além disso, o andador é bem prático, pois auxilia no porte de objetos, como bolsas e pequenas compras. 

Cadeiras de banho 

As cadeiras de banho têm a mesma estrutura dos móveis da sua casa, mas em vez de um assento tradicional, ele conta com um semelhante aos assentos sanitários. Desse modo, a água tem mais vazão e se torna mais fácil para a higienização do idoso e para fazer as necessidades. 

Cadeiras de rodas

As cadeiras de rodas são os principais auxiliares de quem perdeu totalmente a capacidade de se erguer, mesmo com a ajuda de andadores e muletas. Há vários modelos de acordo com as necessidades e o desejo dos usuários. As manuais utilizam a força dos braços para gerar movimentos e, portanto, precisam que o idoso ainda tenha uma boa funcionalidade nesses músculos.

Há também as cadeiras de rodas motorizadas, as quais contam com motores que são responsáveis pela geração de força. Desse modo, não é preciso que a pessoa faça movimentos muito vigorosos, podendo manipular levemente um controle localizado facilmente ao alcance das mãos.

No entanto, é imprescindível contar com um bom modelo, pois isso trará muito mais autonomia e segurança para o idoso, uma bateria mais duradoura reduz o seu medo de utilizá-la em terrenos externos e a suspensão evita o desconto de viagens em superfícies mais acidentadas. 

Scooters elétricos 

Os scooters elétricos apresentam modelos variados. Há scooters bem pequenos, voltados para deslocamentos curtos e em pisos mais retificados, possibilitando o transporte fácil em um carro comum, pois, além de ocuparem pouco volume, alguns modelos são dobráveis e desmontáveis. No outro extremo, temos os scooters que são bem grandes e têm muita potência, velocidade e capacidade de bateria.

Benefícios

O grande benefício deles é que são muito mais potentes, permitindo uma maior mobilidade, especialmente em morros, terrenos acidentados etc. Além disso, sua bateria é maior e mais duradoura, outro diferencial é que o scooter funciona muito bem para quem não precisa todo o tempo do produto. Assim, a pessoa às vezes faz atividades em pé, sai dele e depois volta para percorrer maiores distâncias. 

Portanto, são ótimos aliados para dar maior autonomia aos idosos, visto que podem percorrer grandes distâncias em ambientes externos, é preciso que o usuário ainda tenha mobilidade nos braços para movimentar o guidão. Uma das grandes vantagens do scooter para essa população em relação à cadeira de rodas motorizada é a facilidade de aceitação, pois são produtos bonitos e não têm o estigma da cadeira de rodas, que muitas vezes não é bem aceita pelo idoso.

Modelos

Os melhores modelos são capazes de rodar por até 45 quilômetros, atingindo uma velocidade média de 15km/h e suportando usuários de até 160 quilos, também, geralmente contam com um sistema de suspensão que melhora o conforto. 

Todos esses equipamentos são muito importantes para a independência da pessoa idosa, especialmente naqueles casos em que há uma restrição significativa para ela. Isso porque é possível recuperar quase toda a funcionalidade que ele sempre teve no dia a dia, superando as limitações do corpo em envelhecimento. A terceira idade tem o potencial de ser uma das melhores fases da vida e as novas tecnologias estão sendo desenvolvidas para garantir isso.

Se você quer devolver a autonomia do idoso sob seus cuidados, não deixe de investir nos equipamentos que falamos aqui. Afinal, estamos falando de uma oportunidade para promover a saúde física e psíquica, que envolve sempre a autoestima e a liberdade. Devemos sempre valorizar a independência na terceira idade como um dos principais fatores para o envelhecimento saudável. 

Quer saber como os equipamentos da Freedom podem fazer uma grande diferença para o bem-estar dos idosos e de outras pessoas com algum grau de limitação física? Então, não deixe de entrar em contato conosco

Receba nossos conteúdos por e-mail e amplie seus horizontes!

É só cadastrar seu e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.