fbpx

Conheça as 8 cidades que tornam o turismo acessível para pessoas com deficiência

O turismo acessível é fundamental para as pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida, pois oferece liberdade para elas conhecerem lugares diferentes sem complicações. Cidades acessíveis tornam ainda mais fácil essa atividade, possibilitando uma recepção adequada para esse grupo.

Dessa forma, o turismo acessível oferece mais acessibilidade e inclusão, permitindo que qualquer pessoa tenha acesso à atividade turística e aproveite esses momentos com segurança e autonomia. Várias cidades estão preparadas para receber esse público, mas, antes de escolher qual será o próximo destino, é importante pesquisar sobre as condições do local, verificando os passeios disponíveis e as melhores opções.

Para facilitar essa escolha, vamos apresentar 8 cidades que acessíveis para pessoas com deficiência. Conheça as melhores opções e divirta-se!

1. Bonito

Uma das cidades mais belas do Brasil, localizada no estado de Mato Grosso, e oferece muitas alternativas de passeios diferenciados em meio à natureza. O ecoturismo está entre os destaques do local, oferecendo excelentes opções para pessoas com deficiência.

É possível se envolver em determinadas atividades, como a prática de esportes, já que a cidade proporciona opções adaptadas. Desse modo, quem tem mobilidade reduzida pode se aventurar em um rapel, em trilhas e em mergulhos, algo que há algum tempo não estava entre as opções viáveis de passeio.

2. Foz do Iguaçu

Localizada no Paraná, Foz do Iguaçu foi uma das cidades pioneiras no turismo de inclusão. Uma das opções é o Parque Nacional, que disponibiliza o acesso seguro para pessoas com deficiência, chegando até o maior fluxo de água das cataratas, uma das atrações mais visitadas do mundo.

Além disso, o turista também pode contemplar de cima a beleza do local ao se aventurar em um salto de paraquedas. É um local acessível que dá a oportunidade para que todos conheçam a fronteira do Brasil com o Paraguai e a Argentina.

3. Salvador

Mesmo sendo uma cidade antiga, Salvador também está preparada para receber visitantes com mobilidade reduzida. O centro histórico, que é patrimônio cultural da humanidade, está adaptado para receber pessoas com deficiência, já que as guias são rebaixadas, há o acesso pelas rampas e os elevadores são atalhos para escadarias e ladeiras.

Desse modo, o turista pode conhecer o Pelourinho e outros pontos turísticos da cidade, como o Museu de Arte Sacra e o Elevador Lacerda.

4. São Paulo

Uma das maiores cidades do mundo, sofrendo com problemas de mobilidade urbana, mas é uma excelente opção para pessoas com deficiência. São mais de 300 atrações que oferecem conforto e segurança para os indivíduos, além de permitir que conheçam diversos pontos.

O Museu do Futebol é uma dessas alternativas, já que disponibiliza piso tátil e acesso para pessoas com deficiência, facilitando o passeio. O Memorial da América Latina é outra opção interessante e que garante a acessibilidade para os turistas.

Nos parques do Ibirapuera e Villa Lobos, o acesso é possível por meio de rampas, já o Parque do Jaraguá contém um mirante adaptado. A mobilidade na cidade é um ponto de destaque, já que as estações de metrô e trem são equipadas com elevadores que facilitam o deslocamento das pessoas com mobilidade reduzida.

5. Rio de Janeiro

Quem deseja passear pelo Rio de Janeiro pode ficar tranquilo, pois a cidade está preparada para receber turistas com deficiência, principalmente após receber as Paralimpíadas. As duas principais atrações, Cristo Redentor e Pão de Açúcar, oferecem rampas de acesso, banheiros adaptados e todas as condições para que a experiência do visitante seja a melhor possível.

Além disso, as praias de Copacabana, Barra da Tijuca e Leblon oferecem o projeto “Praia Acessível”, que auxilia pessoas com deficiência a aproveitarem um dia de banho de mar e atividades diferenciadas.

Para quem deseja um passeio mais cultural, é possível visitar o Jardim Botânico, que conta com uma variedade grande de plantas e um espaço preparado para receber visitantes com mobilidade reduzida. O Centro Cultural do Banco do Brasil também é uma alternativa, já que o acesso às exposições e aos teatros é facilitado e adaptado.

6. Brasília

A capital federal passou por várias obras de adaptação que a tornaram uma cidade mais preparada para receber pessoas com deficiência. Desse modo, os principais pontos turísticos e locais públicos oferecem uma infraestrutura de acessibilidade de qualidade.

É possível conhecer o Congresso Nacional e a Praça dos Três Poderes, já que esses locais contam com rampas próprias para auxiliar a locomoção de quem usa cadeiras de rodas. Os prédios turísticos também disponibilizam elevadores para pessoas com deficiência nas escadarias e rampas. Os banheiros passaram por reformulação com o objetivo de facilitar o uso e evitar a ocorrência de acidentes.

7. Uberlândia

A cidade mineira foi considera pela Organização das Nações Unidas (ONU) um dos 100 destinos de inclusão, protagonista em turismo acessível. Um dos motivos desse reconhecimento é uma lei local que determina que todas as obras de uso público precisam ser vistoriadas pelo departamento de acessibilidade.

Desse modo, a pessoa com deficiência consegue passear pela cidade de forma segura e autônoma, já que ela oferece centenas de rampas de acesso e calçadas e transportes públicos adaptados. É possível visitar o mercado municipal e aproveitar para levar para casa vários produtos mineiros, assim como os museus, que são também uma alternativa de passeio.

8. Fortaleza

O grande destaque da capital cearense está no projeto “Praia Acessível”. Ele possibilita que os turistas com deficiência tenham acesso ao banho de mar e auxílio para caminhar. São utilizadas cadeiras anfíbias e esteiras para o transporte dos que precisam de mobilidade assistida.

Além disso, também existem atividades diferentes, como frescobol e vôlei adaptado. Já no calçadão, há rampas, banheiros e academia ao ar livre com exercícios para pessoas com deficiência, sempre com segurança e autonomia.

Neste texto, conferimos algumas opções de cidades acessíveis para o turismo de pessoas com deficiência. Essas localidades reservam espaços adaptados para que esses indivíduos possam aproveitar seus passeios de forma segura. Isso é fundamental para esse público, pois, dessa maneira, ele se sente livre para explorar as oportunidades que cada atração oferece.

Gostou das nossas dicas de turismo acessível? Então, aproveite para ler outro artigo de nosso blog que explica como viajar com cadeira de rodas!

Receba nossos conteúdos por e-mail e amplie seus horizontes!

É só cadastrar seu e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.