fbpx
acessibilidade digital

A acessibilidade digital na pandemia

Mesmo antes da pandemia, a acessibilidade digital era algo indispensável, levando em consideração que se trata de uma prática integradora, que permite que pessoas com necessidades especiais usem a internet sem dificuldades.

Contudo, no momento de uma pandemia, a acessibilidade digital se tornou um assunto urgente. Os dias no escritório mudaram para home office, as compras passaram a ser 100% pela internet e os estudos se tornaram EAD. 

Mesmo que 24% da população brasileira seja deficiente, apenas 1% dos sites disponíveis online são acessíveis.

Definitivamente, a acessibilidade digital se tornou fundamental, não só para a qualidade de vida de um deficiente, mas para sua saúde.

Afinal como uma pessoa com deficiência vai ter um acesso a um material preventivo do coronavírus se quase todos os sites não são acessíveis? 

O que é acessibilidade digital?

A principio, as diretrizes de acessibilidade digital são um conjunto de recursos que possibilita a navegação de forma descomplicada e acessível a todos, independente da deficiência.

A ferramenta é uma forma de eliminar algumas barreiras da web. E para isso, foi criado as Diretrizes De acessibilidade de conteúdo da WEB (WCAG), publicada a primeira vez em dezembro de 2008.

As diretrizes foram desenvolvidas por meio de processo World Wide Web Consortium (W3C), em conjunto com indivíduos e empresas ao redor do mundo. A intenção é fornecer um único padrão compartilhado para acessibilidade de conteúdos da WEb que atendas as necessidades das pessoas com deficiência.

É por conta da acessibilidade digital que deficientes podem ter acesso aos variáveis recursos da internet. Podendo trabalhar, estudar e se entreter.

Aplicações da acessibilidade digital

Para auxiliar na busca por sites que usam das diretrizes de acessibilidade digital, o site Web Accessibility Initiavve montou uma lista com ferramentas de avaliação de acessibilidade na Web para PCD’s.

Na lista é possível encontrar diversas ferramentas que avaliam a acessibilidade de sites e portais. Através de programas de software ou serviços on-lines, as ferramentas analisam as páginas e determina se o conteúdo atende às diretrizes de acessibilidade.

Diversos ambientes online fazem uso das soluções de acessibilidade. Como páginas de EAD, de estudo, sites governamentais, e-commerces, redes sociais e outros portais. Todos esse visam a inclusão de PCD’s em seu público.

A aplicação dessas soluções pode aparecer de diversas maneiras. Como leitura da tela para aquelas que não conseguem visualizar, língua de sinais, descrições em imagens, dentre outras soluções oferecidas pela acessibilidade digital.

A adequação de sites e portais para essa ferramenta também apresenta alguns benefícios a quem implanta essa comodidade. A internet é de todos, e a democratização do acesso é um dos benefícios.

Além disso a acessibilidade digital também leva mais acessos ao site ou portal. Os mecanismos de busca avaliam melhor aquelas que se adaptam para receber pessoas com deficiência.

Como adotar a acessibilidade digital

De acordo com o Censo Demográfico do IBGE, de 2010, existem cerca de 45 milhões de PCD’s no Brasil, um número que representa 23,9% da população brasileira. Apesar de ser um número elevado, nem todos os portais e sites são otimizados para a acessibilidade digital.

Alguns sites, apesar de entender os benefícios desse conjunto de recursos, enfrentam algumas dificuldades na hora de adotar essa solução, o que afastam as pessoas com deficiência e dificultam o acesso livre à internet.

Para aqueles que buscam formas de otimizar o site, algumas dicas podem ajudar a entender como funciona a ferramenta na prática e aplicá-la nos sites e portais:

  • Implantação de códigos mais simples, com uma semântica adequada.
  • Portais e sites que produzem conteúdo devem ficar atentos a pontos que auxiliam a acessibilidade digital.
  • Adicionar descrições em imagens, o que ajuda na leitura para pessoas que não conseguem visualizar o conteúdo.
  • Prestar atenção no sistema de hierarquia dos cabeçalhos, facilitando a “escalabilidade” ou seja, a otimização do conteúdo para a melhor compreensão.

Claro que para ser ainda mais efetivo, a acessibilidade digital deve ser implantada por alguém que entenda de códigos e conheça as variáveis de cada site.

Vantagens do uso de técnicas de acessibilidade em tempos de pandemia

A pandemia trouxe à tona a importância da acessibilidade digital na sociedade atual.

A internet cria um novo modelo de relacionamento social, onde amigos, familiares, colegas de trabalho precisam dos ambientes virtuais para estar em contato.

O isolamento afastou as pessoas umas das outras, mas isso não significa um ponto final nas atividades do cotidiano. Todos as atividades sociais agora ocorrem virtual.

Acessibilidade digital sempre esteve presente em diversos ambientes virtuais e teve que ser redescoberto por muitos outros, que se adaptaram para o público que estavam prestes a acessar aquele espaço.

A pessoa com deficiência, independente da sua barreira física, também usufrui dos benefícios da internet oferecido a todos. A pandemia também impactou a vida dessas pessoas, que tiveram que readaptar o seu dia a dia e a acessibilidade digital é o que torna essa mudança mais aceitável no contexto atual.

Receba nossos conteúdos por e-mail e amplie seus horizontes!

É só cadastrar seu e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.