Conheça o diferencial das cadeira de rodas para esporte

Como já falamos outras vezes aqui no blog, o esporte é uma atividade enriquecedora para pessoas com deficiência. Por isso, cada vez mais adaptações são criadas, a fim de incluir essas pessoas nas mais variadas modalidades esportivas.

Se você é uma pessoa com deficiência de mobilidade, e está desenvolvendo interesse sobre atividades como essa, saiba que existem algumas adaptações importantes para melhorar sua experiência. A cadeira de rodas a ser utilizada nos exercícios, por exemplo, precisa ser forte  e com movimentações mais rápidas, para permitir um melhor desempenho do atleta.

Pensando nisso, existem as cadeiras de rodas esportivas. Se você quer saber mais sobre as diferenças entre as cadeiras de roda normais e os modelos para esporte, é só continuar a leitura e conferir as dicas, que separamos para você, sobre o assunto!

Resistência a impactos

A dinâmica de alguns esportes provocam impactos muito bruscos entre os jogadores. Isso pode acabar danificando cadeiras de rodas que não são produzidas para aguentar esse tipo de contato. Por isso, ter uma cadeira resistente é fundamental para a pratica de esportes que exigem muito do jogador e do seu equipamento — por exemplo, o basquete e rugby.

Essa adaptação permite que o atleta jogue apropriadamente, sem ficar preocupado com o estado da cadeira de rodas, ou com medo de causar danos ao equipamento.

Rodas diferenciadas

Na cadeira de rodas para esporte, as rodas são maiores e inclinadas, de forma a permitir manobras rápidas e precisas. Com uma cadeira de rodas normal, para uso diário, é quase impossível fazer as movimentações necessárias.

As rodas diferenciadas não somente auxiliam em uma movimentação mais dinâmica, como também são mais fáceis para o usuário se locomover sozinho, segurando nelas para conduzir a cadeira de roda com agilidade. Esse design das rodas serve ainda para evitar que os jogadores machuquem as mãos quando inevitavelmente colidirem entre si.

Quinta roda

Para garantir ainda mais estabilidade na hora de fazer manobras, as cadeiras de rodas esportivas contam com uma roda na parte de trás, para evitar que a cadeira vire. Ela ajuda a distribuir melhor o peso do jogador, dando mais segurança e confiabilidade ao equipamento.

Mesmo de forma amadora, praticar esportes com a cadeira de rodas normal acaba trazendo um maior risco de acidentes, pois nenhum modelo comum conta com esse mecanismo extra de proteção.

Leveza

O próprio design da cadeira de rodas esportiva já confere uma leveza diferenciada ao produto. No entanto, o peso do equipamento também faz toda a diferença.

A leveza das cadeiras esportivas atuais surpreende: 20 anos atrás, elas ainda eram de ferro, extremamente pesadas e pouco práticas. Atualmente elas evoluíram para titânio, um metal resistente e mais leve que a maioria.

As cadeiras de rodas normais, em geral, pesam por volta de 15 a 25 kg – uma cadeira de rodas convencional leve chega a 11 kg. Já no caso das esportivas profissionais, é possível utilizar liga de carbono, um material super leve e resistente, que permite equipamentos de 8,5 kg.

Segurança

As cadeiras de rodas para o dia a dia são seguras para a locomoção cotidiana: servem para andar por locais planos, subir rampas, etc.

Já as cadeiras de rodas esportivas são planejadas para uso em quadras, pistas atléticas e similares. A segurança é um quesito fundamental para evitar quedas e outros acidentes sérios devido ao equipamento.

Nas cadeiras de rodas esportivas, a segurança é levada muito a sério. Tanto que para as paraolimpíadas, as cadeiras de cada atleta são feitas sob medidas para garantir boa sustentação, capacidade de manobra, conforto e estabilidade.

No caso do rúgbi, por exemplo — que é um esporte mais violento —, as cadeiras de rodas são inteiramente feitas de liga metálica para que sejam bastante resistentes ao impacto, sem perder a leveza, que dá velocidade e precisão aos movimentos.

Como funciona a cadeira de rodas de corrida?

A cadeira de rodas de corrida é um pouco diferente da usada para outros esportes, pois tem um formato aerodinâmico e uma roda pequena na frente: é uma espécie de carro de Fórmula 1 em formato de triciclo.

Ela tem freio de mão, guidão e pinos direcionais, que permitem fazer curvas com rapidez, segurança e precisão. A corrida paraolímpica em cadeira de rodas exige muita força nos braços, pois a velocidade é totalmente colocada pelo atleta — os sistemas apenas direcionam o movimento.

Uma cadeira de rodas para corrida profissional, feita em liga de alumínio e de carbono, custa mais de US$ 25 mil, e pode levar até três meses para ficar pronta. As opções mais baratas são mais pesadas e, portanto, mais difíceis de conduzir.

Quando investir em uma cadeira de rodas esportiva?

Se você começou a praticar um esporte e realmente gostou dele, talvez seja hora de comprar a sua. Cada cadeira de rodas deve ser adaptada individualmente para as necessidades de cada usuário. Mas, se possível, procure testar antes e ver se você se sente confortável com ela. Lembrando que alguns locais de prática esportiva fornecem esse produto para os jogadores usarem durante as aulas e partidas.

Para atividades esportivas que não exigem muita movimentação da cadeira, como o bocha e o halterofilismo, pode não ser necessário adquirir uma cadeira de rodas esportiva. Nestes casos, a melhor opção é conversar com o seu professor (técnico, treinador, etc.) e colegas, e procurar saber sobre suas experiências com diferentes tipos de cadeira de rodas para aquela prática em específico.

Uma cadeira de rodas não é um investimento barato, por isso, se sua atividade esportiva depende desse equipamento, você pode alugar uma. Muitas pessoas acabam usando sua cadeira de rodas do dia a dia para praticar esportes, mas isso pode causar vários problemas, como necessidade de fazer reparos com mais frequência, desbalanceamento do produto e até mesmo sua quebra.

Para que sua cadeira de rodas dure muito e possa acompanhar você por muitos anos, é preciso tomar todos os cuidados indicados no manual de instruções, e isso inclui utilizá-la somente para a finalidade a que foi feita.

 

Se você gostou de saber mais sobre cadeira de rodas para esporte, assine nossa newsletter! Assim, você sempre receberá conteúdos interessantes no seu e-mail.

Receba novos conteúdos toda semana por e-mail!

É só cadastrar seu e-mail!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

    O esporte é tudo na vida mexe com tudo, mas nessa vou ficar devendo, pra mim o mais forte continua a fisioterapia, tanto a muscular como a psicologico ok
    Grato
    Abs

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.