fbpx
Futebol de 5 esporte para pessoas com deficiência

Futebol de 5: Conheça o esporte paraolímpico e saiba como jogar!

Dentre tantas modalidades que foram adaptadas às necessidades das pessoas com deficiência, está o futebol de 5. O futebol convencional um dos esportes mais conhecidos e praticados do mundo, que ganha sua versão adaptada para as pessoas com deficiência visual.

Não é clara a origem da modalidade, mas acredita-se que o futebol de 5, nome dado ao futebol para pessoas cegas, surgiu na Espanha, em meados de 1920 em centros de reabilitação.

O esporte fez sua estreia em jogos paralímpicos nos jogos de Atenas, em 2004 e desde então, apenas um país subiu ao lugar mais alto do pódio: o Brasil! Isso mesmo, o Brasil é tetracampeão paralímpico de futebol de 5, além de ser o maior medalhista do mundo na modalidade!

O futebol de 5 é jogado atualmente com 5 jogadores, sendo 4 jogadores de linha e um goleiro, em uma quadra de futsal adaptada e com uma bola especial, que produz sons para que os jogadores possam se nortear. 

Essa modalidade é exclusiva para pessoas cegas e somente o goleiro não pode possuir deficiência visual. Durante os jogos, os quatro jogadores de linha devem utilizar vendas nos olhos para garantir equidade entre os jogadores.

E para que você fique por dentro dessa modalidade paralímpica tão importante para o Brasil, nós trouxemos algumas informações sobre o esporte!

Conheça as origens do Futebol de 5

Ainda é incerta a origem do esporte adaptado, mas acredita-se que a prática foi introduzida em instituições especializadas para pessoas cegas na Espanha, por volta de 1920. Não muito distante do surgimento do futebol moderno na Inglaterra, que ocorreu por volta de 1886. 

Entretanto, inicialmente o futebol de 5 era jogado com latas ou garrafas plásticas com pedrinhas dentro, para que os jogadores pudessem ouvir o objeto se movimentando e era praticado em lugares abertos, o que dificultava a orientação dos atletas em campo.

Posteriormente, com a popularização do esporte, adaptações foram sendo realizadas para otimizar a prática e a lata foi substituída por uma bola envolta em um saco plástico e os jogadores passaram a utilizar uma quadra de futsal nos jogos. 

Em 1986, também na Espanha, aconteceu o primeiro campeonato de clubes de futebol de 5, reconhecido pelo Comitê Paralímpico Internacional. No Brasil, os primeiros jogos entre clubes aconteceram 1978, nas olimpíadas das APAEs, no Rio Grande do Norte, quase 10 anos antes do primeiro evento considerado oficial.

O primeiro campeonato mundial de futebol de 5 aconteceu no Brasil em 1998 em Paulínia, São Paulo, onde o time brasileiro venceu a Argentina e se consagrou como primeiro campeão mundial de futebol de 5.

Desde então,  a seleção brasileira conquistou a taça outras 4 vezes, na Espanha em 2000, na Inglaterra em 2010, no Japão em 2014 e novamente na Espanha em 2018.  

O Futebol de 5 no Brasil

A modalidade foi trazida ao país em 1950, curiosamente, no ano em que o Brasil sediava a copa do mundo de futebol em sua versão tradicional. Os primeiros institutos a incentivar a prática no país foram as instituições de ensino como Benjamin Constant, Instituto São Rafael e Instituto Padre Chico.

Desde então, a prática se popularizou no país, até que a primeira competição entre clubes aconteceu nas Olimpíadas das APAEs. De lá pra cá, o país tem sido referência mundial no esporte.

A Confederação Brasileira de Desportos para pessoas com Deficiência Visual, a CBDV é responsável pela organização de torneios regionais e brasileiros que acontecem anualmente em todo o país.

Entre os jogadores mais conhecidos do futebol de 5, destacam-se Mizael Conrado de Oliveira, com 8 títulos e eleito melhor do mundo jogador em 1998 pela IBSA e atual presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Ricardo Alves (Ricardinho) com 10 títulos e eleito melhor jogador do mundo em 2006 e Jefferson Gonçalves (jefinho) com 9 títulos e eleito melhor jogador do mundo em 2010.

Entenda como é jogado o Futebol de 5

O Fut 5, como é conhecido o Futebol de 5 é uma modalidade paralímpica exclusiva para cegos, independente do nível de comprometimento da acuidade visual. Ao todo, são 5 jogadores em campo, sendo 4 jogadores de linha e um goleiro.

  • No futebol de 5, apenas homens estão habilitados a jogar e mulheres não participam da modalidade.
  • O jogo é dividido em dois tempos de 25 minutos cada, com um intervalo de 10 minutos entre eles.
  • As dimensões da quadra são as mesmas do futebol de salão e a bola utilizada na prática possui guizos em seu interior, que fazem barulhos que norteiam os jogadores durante a partida. 
    Por conta disso, é muito importante que haja silêncio durante a partida e a plateia só está autorizada a comemorar quando a bola não estiver em campo, como na comemoração de um gol, pênaltis e outros. 
  • Além dos jogadores em campo, cada time conta com um chamador, que fica atrás do gol adversário, orientando os jogadores e sinalizando verbalmente o gol, para orientar o sentido do chute.  
  • Além disso, todos os jogadores de linha devem utilizar vendas nos olhos durante as partidas, já que existem níveis de comprometimento da visão onde pessoas com cegueira conseguem enxergar luz e até vultos da bola. 
    Portanto, para impedir que qualquer jogador possa sair em vantagem, todos os jogadores devem ser vendados durante os jogos, sendo passível de penalização a retirada das vendas dos olhos. 

Regras do Futebol de 5

As regras do futebol de 5 são bastante similares às do futebol tradicional, salvo algumas alterações para adaptação do esporte. Algumas das regras são:

  • Somente atletas com deficiência visual podem disputar as partidas, salvo o goleiro;
  • O uso de venda é obrigatório;
  • O chamador só pode orientar os jogadores estiverem no terço de ataque;
  • Para evitar que os jogadores se choquem uns com os outros, sempre que um jogador se deslocar em direção à bola, deve falar a palavra “voy” (“vou” em espanhol), sendo passível de falta, caso o juiz não ouça o jogador;
  • Em uma parte da área de 5×2 metros, o goleiro não pode pegar a bola, nem sair para defesas;
  • Depois da terceira falta, um tiro livre da linha de 8 metros ou do local onde a falta foi sofrida é cobrado pelo jogador;

A quadra do Futebol de 5

As dimensões da quadra são semelhantes às da quadra de futsal, sendo 38×20 o tamanho mínimo e 45×25 o tamanho máximo. O fut 5 pode ser jogado tanto em quadra, quanto em campo gramado.

O tamanho padrão das quadras em paralimpíadas é de 40 metros de comprimento por 20 metros de largura.

Além disso, para impedir que a bola saia de campo facilmente, duas bandas com 1,5 metros de altura e inclinação de 10° que vão de uma linha de fundo à outra são colocadas nas laterais do campo.

Durante a partida, o campo é dividido em três porções iguais, sendo elas o terço de ataque, o terço central e o terço de defesa. É no terço de ataque que o chamador pode orientar os jogadores sobre o gol.

O campo possui as mesmas marcações de campo que as do futebol tradicional, mas tanto o gol, quanto a área são menores do que a sua versão não adaptada.

As classificações

De acordo com o Comitê Paralímpico Brasileiro, os jogadores de futebol de 5 são divididos em três classes que variam de acordo com o grau de comprometimento do jogador, sendo elas:

  • B1: Cegos totais ou com pouca percepção de luz, mas que não são capazes de reconhecer o formato de uma mão a qualquer distância.
  • B2: Pessoas com percepções de vulto
  • B3: Atletas que conseguem distinguir imagens

Entretanto, só são permitidos em paralimpíadas  apenas jogadores da categoria B1.

Fut 5 nas paralimpíadas

A modalidade foi reconhecida como esporte paralímpico e entrou para os jogos nas paralimpíadas de Atenas em 2004 e desde então, esteve presente em todas as edições dos jogos seguintes.

Desde sua estreia em Atenas, até a sua última edição dos jogos do Rio em 2016, nenhuma seleção conseguiu superar a seleção Brasileira, campeã absoluta da modalidade. Atualmente, a seleção canarinha busca o tetracampeonato nas olimpíadas de Tóquio em agosto de 2021.

Em sua primeira participação, em 2004, o Brasil disputou a final contra a Argentina, ganhando nos pênaltis por 3×2. E em sua última paraolimpíada, foi campeão invicto, ganhando todos os jogos.

O primeiro gol marcado na competição em 2004 também é brasileiro, feito pelo jogador Nelson Silva, falecido em 2012.

Tóquio 2020

A poucos dias do início dos jogos, as chaves para o início da competição já foram sorteadas. A seleção foi sorteada para o grupo A, onde irá competir contra o Japão, França e China.

Os jogos serão disputados entre 29 e 31 de agosto, com as semifinais no dia 2 de setembro e a final no dia 4 de setembro.

E ai, já pegou a sua bandeira verde e amarela para torcer pelo Brasil?  

Saiba mais sobre as Paraolimpíadas de Toquio.

E se você quiser conhecer mais modalidades presentes nas Paralimpíadas de Tóquio, informações sobre o evento e muito mais, segue navegando por aqui 🙂

Receba nossos conteúdos por e-mail e amplie seus horizontes!

É só cadastrar seu e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.