imagem ilustrativa

Acessibilidade no mundo dos Games: saiba tudo sobre esse tema importante

A acessibilidade não se trata apenas de mudanças em espaços físicos, é uma adaptação necessária em qualquer ambiente, segundo o Estatuto da Pessoa com Deficiência também é direito possuir a inclusão ao lazer e o mundo dos videogames entra neste quesito.

Desde já, nesse artigo você verá sobre a reivindicação de jogadores deficientes para a acessibilidade no mundo dos games que engloba, principalmente os jogos, também consoles, eSports e as transmissões ao vivo de gamers.

Por que é necessária a acessibilidade em jogos e aparelhos de videogames?

A acessibilidade no mundo dos games não se trata de um tema novo, a reivindicação de pessoas com deficiência no ambiente dos videogames, seja online ou para consoles como PlayStation, Xbox e Nintendo Switch existe há um bom tempo e aumentou depois da popularização dos games com as competições do eSports. 

Jogadores afirmam que mudanças eficientes estão demorando para acontecer, muitos comentam que quando irão adquirir um jogo não sabem se ele é acessível ou não, e possuem dificuldade com certos botões dos controles de consoles. 

Além disso, adaptações simples como legendas ou audiodescrição também não estão incluídas em diversos jogos, reforçando que a acessibilidade não é debatida no desenvolvimento dos jogos, tanto que a Microsoft que produz o Xbox publicou um artigo exclusivo apenas para desenvolvedores de jogos sobre a Importância de Tornar Jogos Acessíveis.

Quais são os jogos com acessibilidade?

Após inúmeras solicitações da comunidade PCD, finalmente certos jogos possuem acessibilidade e atualmente são:

  • The Last Of Us part. II
  • Super Smash Bros. Ultimate
  • Overcooked! All You Can Eat
  • Untitled Goose Game
  • Watch Dogs: Legion
  • Celeste
  • Gears of War 5
  • Sea Of Thieves
  • Minecraft 
  • Uncharted 4

Alguns jogos possuem a acessibilidade como legendas, audiodescrição, sistema de mudança de cores para daltônicos, alto contraste, equalizadores de sons, mapeamento de botões, sinais de áudio, assistência de mira, diminuição da velocidade, modo invencibilidade, leitura em voz alta do bate-papo, modo narrador, entre outros.

Como são as adaptações para deficientes físicos nos videogames?

A Microsoft criadora do Xbox lançou no Brasil em abril de 2021 um controle adaptável para jogadores com mobilidade reduzida, o controle é compatível com Xbox Series, Xbox One e PC. 

Logo, o controle funciona como uma base unificada para os dispositivos onde o jogador pode conectar os botões, joysticks, interruptores e montagens conforme suas necessidades, dessa maneira, conseguindo jogar com muita facilidade. Confira abaixo o vídeo divulgado pela Microsoft.

Aliás, para tetraplégicos foi criado o QuadStick, um controle operado pela boca e pela voz do usuário, compatível com PS3, Xbobx e PC. O aparelho funciona com quatro sensores de sopro e sucção, um sensor de posição labial e um interruptor, conectados a um processador ARM de 32 bits.

Confira o vídeo do Gamer brasileiro Neto Trindade utilizando o QuadStick:

Mesmo havendo esses controles, ainda são poucas as iniciativas de adaptações para pessoas com deficiência física.

A representatividade também é importante:

Não podemos falar de jogos sem citar o principal, o jogador. Atualmente, com  a popularização dos jogos online, várias pessoas se tornaram Gamers e começam a fazer vídeos ou lives na internet jogando. 

Nese texto indicamos 4 Gamers brasileiros com algum tipo de deficiência e estão conquistando seus espaços no ambiente virtual que são:

  1. Neto Trindade, o “NoHands”,
  2. Jhonata Fargnolli, o “Firmezinha”,
  3. André Santos, o “Nerd Surdo”,
  4. Laís Faccin.

Bom, existem muitos outros jogadores que vale a pena você acompanhar na Twitch, Youtube e em outras redes sociais.

A acessibilidade no mundo dos games é um tema que deve ser tratado sempre por toda a sociedade, mesmo para quem não gosta de games, é um direito que deve ser respeitado e certas mudanças ainda estão demorando para acontecer.  

Gostou do tema abordado nesse texto? Não se esqueça de comentar e compartilhar em todas as suas redes sociais. 

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.