Descubra quais são os principais cuidados com idosos no inverno

A aproximação das temperaturas mais baixas aumenta a necessidade de tomar uma série de precauções para manter a saúde em dia. Os cuidados com idosos no inverno são fundamentais para mantê-los saudáveis, evitar a queda da imunidade e diminuir a possibilidade de doenças. Agindo de maneira correta, a qualidade de vida será maior, trazendo mais tranquilidade para a família e para o idoso.

Com a idade avançada, o sistema imunológico perde parte de sua força, o que aumenta a possibilidade de adquirir doenças. Essa situação, somada ao fato de que, no frio, os germes, vírus e bactérias estão mais presentes, reforça a necessidade de redobrar os cuidados com idosos no inverno.

Pensando nisso, traremos os principais cuidados que devem ser tomados com os idosos durante o inverno e alguns sintomas que ajudam a ligar o alerta. Continue a leitura!

Conheça os principais cuidados com idosos no inverno

O frio requer cuidados especiais com idosos durante o inverno, por isso, é importante saber como agir e evitar que as temperaturas mais baixas tragam doenças e complicações para a saúde. Confira o que deve ser feito!

Manutenção de uma alimentação adequada

Uma alimentação equilibrada deve ser prioridade para quem está na terceira idade durante o ano inteiro. Esse cuidado deve ser reforçado no inverno, afinal, é por meio dos alimentos que eles recebem os nutrientes necessários para se manter fortes e saudáveis.

Portanto, frutas, verduras e legumes devem fazer parte da dieta, assim como as proteínas, oferecendo a nutrição adequada para os idosos. Além disso, as refeições também podem ser utilizadas para aquecer o corpo. Nesse caso, as sopas e os caldos quentes são uma boa alternativa para os dias mais frios.

Uso de cremes e hidratantes

Outro ponto relevante é o cuidado com a pele, pois, no inverno, ela deve ser tratada de forma cuidadosa, evitando o ressecamento. Isso pode ser feito por meio de cremes e hidratantes, que ajudam a evitar o aspecto seco e doenças dermatológicas. É importante lembrar que, antes de usar qualquer produto, é fundamental consultar um dermatologista, que indicará o ideal para cada situação.

Acompanhamento médico

O acompanhamento médico regular deve fazer parte da vida do idoso. É interessante ressaltar que algumas doenças, como hipertensão, diabetes e condições crônicas, devem ser monitoradas de perto, evitando possíveis complicações.

Durante o inverno, as doenças respiratórias são uma preocupação extra, pois elas podem prejudicar o tratamento contínuo que esteja sendo realizado e trazer complicações para o estado de saúde. Por isso, o contato constante com os médicos é vital para controlar a situação e manter o idoso saudável.

Uso de roupas quentes e aquecidas

A pele do idoso costuma ser mais fina e delicada, portanto, é importante protegê-lo contra o frio excessivo. Escolha roupas mais quentes, como agasalhos e tecidos que ajudam a bloquear o vento. O uso de meias, toucas e outros acessórios também contribui para manter aquecidas as extremidades.

Nos momentos de descanso, é importante utilizar mantas e cobertores, pois a temperatura corporal cai durante o sono.

Hidratação

A terceira idade costuma tomar menos água em comparação com as outras pessoas, porém, o corpo continua precisando desse líquido para se manter hidratado. Portanto, é essencial tomar bastante água para que as células trabalhem de forma correta.

Como a sede dos idosos é reduzida, uma boa alternativa é tomar pequenas doses, várias vezes ao dia. Também é interessante lembrar que a água pode ser absorvida em forma de vitaminas, sucos e chás, por exemplo, o que ajuda a complementar a hidratação.

Manutenção da vitamina D em dia

Os períodos de frio costumam diminuir a exposição ao sol, o que pode causar deficiência de vitamina D no organismo do idoso. A falta dessa substância gera o enfraquecimento dos ossos, deixando-os mais propensos a fraturas.

Banhos de sol são essenciais para que o corpo mantenha a produção de vitamina D, por isso, vale a pena separar um tempo diariamente para essa atividade. Além disso, é possível conseguir essa vitamina por meio de alimentos, como peixes, gema de ovos e cogumelos, que ainda são ricos em diversas outras vitaminas.

Há também a alternativa por meio da suplementação em cápsulas ou gotas, lembrando que, para isso, a prescrição médica é necessária.

Atenção com as gripes e o coronavírus

Os idosos são propensos a pegar gripes e resfriados durante o inverno, por isso, todo cuidado é pouco nessa época do ano. O ideal é que a vacina para a gripe seja tomada anualmente, pois ela ajuda a evitar a doença. Também é importante conferir se as outras vacinas estão em dia no Calendário Vacinal do Idoso.

Além da preocupação com a gripe, também é importante estar atento ao coronavírus. Esse vírus está se espalhando de forma rápida pelo mundo, sendo fundamental seguir as orientações de higiene para evitar a infecção. Para isso, é importante manter os idosos em quarentena, evitando sair de casa, e lavar bem as mãos sempre que possível.

Veja quais sintomas devem ligar o alerta

As doenças de vias respiratórias são mais comuns durante o inverno, como resfriado, gripe, rinite e sinusite. Determinados sintomas, como febre alta, dor intensa no corpo, tosse, dor de garganta e cansaço, devem ser considerados, sendo importante buscar ajuda médica.

Além disso, a hipotermia é outra preocupação durante o frio. Ela é caracterizada pela queda brusca na temperatura corporal e pode apresentar, até mesmo, risco de vida. Fraqueza, fadiga e perda de consciência são alguns dos sintomas comuns.

Ao identificar a hipotermia, o aconselhável é agasalhar, aquecer o idoso e levá-lo rapidamente ao hospital. A temperatura baixa aumenta o risco de arritmia, infarto e outras doenças do coração, portanto, todas as precauções devem ser tomadas para evitar problemas maiores.

Neste artigo, trouxemos sugestões sobre os principais cuidados com idosos no inverno, visto que as baixas temperaturas podem impedir hábitos saudáveis durante esse período. É importantíssimo oferecer todas as condições necessárias para que o idoso se mantenha prevenido durante os dias mais frios, pois isso ajuda a evitar doenças que podem trazer complicações para a saúde e, até mesmo, consequências mais sérias.

Gostou das nossas dicas? Então, aproveite para ler outro artigo do nosso blog que trata de 5 formas de evitar dores articulares!

Receba nossos conteúdos por e-mail e amplie seus horizontes!

É só cadastrar seu e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.