Conheça 5 formas de evitar dores articulares

A capacidade de se movimentar e locomover é muito importante no dia a dia. Entretanto, à medida que envelhecemos, é comum surgirem as dores articulares — quadro que se caracteriza por inflamações ou outros danos no sistema articular.

Esse problema causa muitos impactos na qualidade de vida dos idosos, pois pode gerar desconforto e dores em uma ou mais articulações do corpo. Quando os sintomas não são tratados, o quadro pode evoluir para dores mais intensas e até a incapacidade de fazer certos movimentos.

Mas existem alguns cuidados que podem evitar as dores articulares e ainda prevenir sua evolução para um problema maior. Neste post, mostraremos 6 dicas imperdíveis. Continue a leitura e confira!

1. Uso de andadores

Sabemos que o andar é importante e, com o passar do tempo, os movimentos podem ficar mais difíceis. Nesse quesito, o andador é uma tecnologia assistiva que fornece estabilidade e mais precisão nos deslocamentos.

O desgaste na articulação causa dor e enrijece os movimentos. Quando as dores articulares afetam regiões como joelho, quadril ou coluna, o idoso tende a ter bastante dificuldade para andar, além de sentir muitas dores ao forçar a ação.

Assim, o uso de andadores evita a progressão do desgaste articular, reduzindo a sobrecarga na articulação. Tal prática também fornece mais equilíbrio e autonomia, permitindo que a pessoa realize suas tarefas diárias e se mantenha ativa socialmente.

Os modelos de andadores com rodas são ainda mais benéficos e fáceis de manusear, visto que o usuário não precisará erguê-los durante os deslocamentos. Isso facilita a movimentação do idoso — que, devido às dores articulares, fica com a mobilidade reduzida ou não tem força para elevar o andador.

Essas opções de equipamentos evitam o gasto excessivo de energia, já que basta impulsionar o aparelho para frente quando quiser movimentá-lo. Também há um sistema de freios que facilita a parada quando necessário.

2. Prática de atividades físicas

Apesar de o repouso ser um fator importante para aliviar o desconforto momentâneo, a prática regular de exercícios físicos é uma das melhores formas de diminuir as dores articulares e a recorrência dos sintomas.

Fazer atividades físicas é muito benéfico para o idoso, pois estimula a circulação do sangue, previne os processos inflamatórios que causam a dor e ainda fortalece os músculos, cartilagens e ligamentos.

Outro detalhe importante é que as atividades físicas também evitam o excesso de peso — que, como veremos mais adiante, é um fator muito prejudicial e pode contribuir com as dores articulares.

Os exercícios funcionais, como o RPG ou pilates, alongam os músculos e estimulam as articulações. Além dessas opções, as atividades de baixo impacto (como natação, hidroginástica, bicicleta ou caminhada) são muito benéficas.

Mesmo com todas as vantagens, é preciso considerar que a rotina de exercícios pode variar de acordo com a pessoa. Se existem lesões ou alguma doença específica, a atividade precisa ser adaptada. Por isso, é fundamental consultar um médico antes de iniciar qualquer prática.

3. Aplicação de compressas de gelo

Aplicar compressas com gelo diminui a temperatura da região, causando uma redução do fluxo sanguíneo superficial e, consequentemente, minimizando o processo inflamatório. Essa técnica pode anestesiar as fibras nervosas, diminuindo e até interrompendo as dores articulares. É possível colocar gelo dentro de um saco plástico ou usar uma bolsa de gel térmica. Para evitar possíveis queimaduras devido à baixa temperatura, o ideal é proteger a região com um pano fino.

Em regiões como ombro, tornozelo, joelho, cotovelo e punho, pode-se usar a compressa de gelo por 30 minutos, a cada duas horas. Já para os dedos das mãos e dos pés, o uso deve ser de, no máximo, 15 minutos.

4. Cuidados com a alimentação

Manter hábitos alimentares saudáveis é um dos principais métodos para prevenir as dores articulares. Alguns alimentos têm propriedades anti-inflamatórias que podem contribuir muito com o combate de dores crônicas, a exemplo daquelas que acometem as articulações.

Além disso, tal cuidado ajuda a melhorar a imunidade do organismo. Confira quais são os alimentos recomendados:

  • azeite de oliva extravirgem;
  • alimentos ricos em vitamina E — gengibre, nozes, sementes, vegetais e folhas verdes;
  • laranja e limão, por serem antioxidantes e anti-inflamatórios;
  • iogurtes e leites fermentados;
  • açafrão ou cúrcuma;
  • salmão, sardinha, atum, chia e linhaça.

Assim como várias iguarias ajudam no tratamento dessas dores, algumas podem piorar os sintomas. Por isso, idosos que sofrem com dores articulares devem evitar o excesso de açúcar, cafeína, carnes vermelhas ou processadas, trigo e alimentados apimentados.

5. Prevenção do sobrepeso

O sobrepeso aumenta a pressão nas articulações. Como o quadro geralmente está ligado a hábitos alimentares ruins e falta de exercícios físicos, todos os sistemas acabam comprometidos: os músculos perdem a força e sobrecarregam os ligamentos e tendões, aumentando essa pressão.

Por isso, é primordial que o idoso pratique alguma atividade física, além de ter uma alimentação adequada. Ingerir alimentos ricos em cálcio e vitamina D (leite e seus derivados, espinafre ou couve) evita o desgaste ósseo e problemas como a osteoporose.

Manter esses bons hábitos ajuda no fortalecimento de todo o sistema locomotor, desde os ossos até as articulações.

6. Adoção de hábitos saudáveis

Pessoas que ficam muito tempo sentadas têm mais chances de apresentar dores articulares. Em resumo, quanto mais as articulações são usadas, maior é a lubrificação. Sem contar que a movimentação alonga os músculos, fator que também contribui para a proteção das juntas.

Assim, fazer alongamentos durante o dia, não ficar sentado na mesma posição e levantar-se com frequência são hábitos benéficos. Outro detalhe é relacionado ao tabagismo: os componentes do cigarro ajudam a diminuir a consistência dos ossos, enfraquecendo as articulações.

Além do mais, o tabaco tem substâncias que desencadeiam processos inflamatórios no corpo, favorecendo o aparecimento de dores articulares e muitas outras doenças.

As dores articulares podem interferir na qualidade de vida dos idosos, levando-os a evitarem a movimentação e perderem a autonomia ou a vida social. Assim, ter hábitos saudáveis e cuidar sempre da saúde são os melhores caminhos para prevenir esse problema.

Por fim, se você precisa de aparelhos de tecnologia assistiva como andadores e cadeiras de rodas, seja para uso próprio ou de algum familiar, a Freedom tem as melhores opções do mercado. As linhas de andadores Freedom Walker e Freedom Plus fornecem grande estabilidade e conforto durante o deslocamento.

Freedom é referência em qualidade na produção de cadeiras de roda motorizadas, manuais e scooters elétricos, entre inúmeros outros itens de tecnologia assistiva.

Agora que você sabe como esses equipamentos podem ajudar na prevenção das dores articulares, já pode entrar em contato com a gente para conhecer com mais detalhes nossa linha de produtos. Não perca tempo, pois será um prazer atendê-lo!

Receba novos conteúdos toda semana por e-mail!

É só cadastrar seu e-mail!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.